Como alimentar corretamente os peixes de um aquário

O cuidar de peixes é uma atividade muito popular que é praticada há várias décadas. No caso de se tratarem de peixes de aquário, é necessário ter uma série de cuidados específicos e um estudo prévio sobre as necessidades alimentares de cada espécie. Saiba como alimentar corretamente os peixes de um aquário e contribua para uma melhor qualidade de vida dos seus animais.

Créditos Imagem
Licença: 
CC Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.0

Conhecer o tipo de peixe

É importante que um aquariofilista conheça o comportamento dos peixes que se encontram no seu aquário de modo a alimentá-los da melhor maneira possível, sem cometer erros. De uma forma geral, os peixes podem ser catalogados em três tipos diferentes, mas o que os separa e os distingue dos demais é o formato bocal de cada um e é isso que vai determinar a sua alimentação.

Peixes com lábios inferiores sobressalentes

Os peixes com lábios inferiores sobressalentes possuem uma boca parecida com uma pá, isto é, a parte inferior é mais comprida do que a parte superior. Assim, é preciso que a comida esteja a boiar à superfície da água, caso contrário não se conseguem alimentar.

Peixes com lábios equivalentes

Os peixes com lábios equivalentes são os que têm uma boca normal, ou seja, apresentam lábios iguais. Este é o tipo de peixe mais versátil do mercado, uma vez que pode ser alimentado com a comida que fica à superfície ou a que fica depositada no fundo do aquário. No entanto, a sua forma de alimentação mais comum é quando a comida se está a afundar.

Peixes com lábios superiores sobressalentes

Os peixes com lábios superiores sobressalentes precisam que os alimentos estejam no fundo do aquário para se conseguirem alimentar. A sua boca funciona como uma espécie de aspirador.

Escolher o tipo de alimento

Os lábios dos peixes de um aquário determinam a escolha do tipo de alimentação a ser usado. No entanto, essa não é a única variável. Existem muitas outras, como por exemplo: a frequência com que determinado peixe come e a quantidade de comida que ele deve ingerir.

Alimentos industriais

Os alimentos mais comuns são os que são processados industrialmente, no entanto, o aquariofilista deverá analisar se este tipo de alimento é o mais indicado para os peixes que se encontram no seu aquário. Ele deverá analisar as informação nutricionais de cada alimento e calcular a quantidade ideal da porção a ser distribuída.

Alimentos vivos

Existem também os alimentos vivos como as larvas de mosquito e as atermias. São mais difíceis de encontrar e de manusear, mas têm a vantagem de não poluir o aquário com elementos inorgânicos.

A quantidade e a frequência da alimentação dos peixes de um aquário é uma das regras mais importantes na história da aquariofilia. O alimento distribuído deve ser apenas o necessário para a sobrevivência dos peixes, visto que o seu excesso é tão perigoso quanto a sua escassez. Por exemplo, as sobras dos alimentos industrializados decompõem-se e isso vai poluir e intoxicar a atmosfera do aquário. O ideal é que se distribuam apenas pequenas proporções de comida – o suficiente, sem excessos – algumas vezes ao dia, preferencialmente, nos mesmo horários para que assim o aquariofilista possa criar uma rotina de alimentação para os peixes.

Alguns outros cuidados

Existem outros cuidados específicos na alimentação dos peixes de um aquário que o aquariofilista deve ter em consideração:

  • Alimentar os peixes quando o ambiente estiver iluminado, pois os peixes usam a visão para encontrar o alimento;
  • Colocar apenas uma pessoa responsável pela alimentação dos peixes. Assim, evita-se que os peixes sejam alimentados em excesso, o que os pode conduzir à morte;
  • Usar mais do que um tipo de ração, uma vez que isso implica a utilização de diferentes nutrientes na dieta dos peixes;
  • Observar o tamanho do grão da ração. Às vezes ele é grande demais para a boca do peixe e isso pode impedi-lo de se alimentar;
  • Evitar rações com embalagens transparentes e que não podem ser fechadas depois de terem sido abertas. Deve manter a embalagem da ração bem conservada num local seco e deve estar sempre atento à respetiva data de validade.

Ao tomar estas precauções, o aquário terá sempre um colorido especial e os seus peixes estarão sempre bem nutridos e saudáveis. Eles certamente agradecerão por isso!

A sua votação: 
0
Sem votos